Primo de governador ‘aporta’ em Branquinha para ser candidato a vice-prefeito

Eleito vereador por Murici em 2016, Renildo Vasconcelos Calheiros Sobrinho, o Renildo Calheiros (MDB), não vai mais em busca de sua reeleição na cidade da família Calheirista. 

Terceiro vereador mais votado na última eleição, o edil decidiu mudar os planos políticos para 2020 e sair do município administrado pelo primo e prefeito Olavo Calheiros Novais Neto, o Olavo Neto (MDB)

Pegando ainda a BR-104, a cerca de 14 km, o primo-vereador do governador Renan Filho (MDB) mudou o domicílio eleitoral para Branquinha – permanecendo na região da zona da mata. 

Renildo Calheiros tinha a pretensão de sair como pré-candidato a prefeito no próximo ano e, após acordos de bastidores, aceitou formar chapa com o então prefeito branquinhense, Jairon Maia Fernandes Neto, o Jairinho Maia (PSDB). 

Jairinho Maia, além de aceitar Calheiros como candidato a vice-prefeito, também nomeou na Secretaria Municipal de Assistência Social, Vilma Calheiros, mãe de seu futuro candidato a vice-prefeito.  

Ou seja, é uma aliança considerada ‘forte’ para enfrentar a oposição que deverá também unir forças contra a dupla Maia/Calheiros na cidade. 

Portanto, Jairinho Maia estará na chapa com Renildo Calheiros em 2020 e, sendo reeleito para mais quatro anos, vai apoiar o vice na eleição seguinte à Prefeitura.

Tanto que Renildo Calheiros já ‘aportou’ (ancorou e chegou, no bom sentido) de vez na cidade de Branquinha para fazer seu nome ser aceito – politicamente – pela população local. 

Quanto ao fato da oposição é formada pelos ex-prefeitos Neno Freitas e Ana Renata da Purificação Moraes, a Renata (Freitas) Moraes, marido e esposa, que não conseguiram fazer sucessor em 2016. 

Neno e Renata apoiaram a advogada Vânia Menezes Vasconcelos Moura, a Vaninha (MDB), derrotada por Jairinho Maia.  

Porém, os dois ex-prefeitos de Branquinha são “prefeitos” (sem mandato, mas mandam e desmandam) – atualmente – na cidade Santana do Mundaú. 

É que em Mundaú o prefeito – de direito – é o filho de Neno e Renata, Arthur da Purificação Freitas Lopes, o Arthur Freitas (MDB), considerado apenas prefeito eleito em 2016.

Será?

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy 
Deixe um comentário