webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Maceió: Marina Silva diz que “civilização vive situação de colapso”

Foto: Átila Vieira

A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, disse nessa sexta-feira, 25, em Maceió, que o Mundo vive uma crise civilizatória que não será debelada com facilidade.

A um auditório lotado de acadêmicos e professores da Faculdade Seune, onde foi convidada para falar sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marina apontou como características tangíveis dessa crise as questões social, ambiental, política e de valores.

Segundo ela, falta, sobretudo, compromisso ético para o enfrentamento a essas crises, em especial a que afeta o meio ambiente, e defendeu o sustentabilismo como a saída para o colapso em que o planeta está mergulhado.

“Há um colapso civilizatório e não temos onde, na história, ir buscar experiências, exemplos, que nos tirem dessa situação, a não ser a sustentabilidade e princípios éticos”, destacou.
A ex-ministra chegou à faculdade acompanhada da ex-senadora Heloísa Helena, sua correligionária na Rede Sustentabilidade, e a jornalistas locais falou sobre o desastre ambiental de óleo na costa marítima do Nordeste.

“O Governo federal está sendo irresponsável, o tempo todo ele lança cortina de fumaça, fazendo acusações levianas ao Greenpeace e tentando se esconder atrás dessas acusações, por não ter tomado as medidas de forma adequada. Ele não acionou o Plano Nacional de Contingência, não orientou os estados, não orientou os municípios, não orientou a população que agora está sofrendo as consequências. Não acionou os mecanismos de que dispõe para fazer a contenção do óleo que está empesteando as praias do Nordeste brasileiro”, afirmou a ex-ministra.

A palestra de Marina durou cerca de uma hora, onde ela traçou um cenário preocupante com riscos graves para o meio ambiente, caso não se tenha uma reação social e política dentro de valores éticos para a humanidade.

“É uma atitude de descaso com a população do Nordeste, do mesmo jeito que teve descaso com a população do Norte, quando começaram os incêndios, que demorou 50 dias para poder agir e só agiu quando teve uma grande pressão nacional e internacional. A mesma coisa está fazendo agora. Só agiu quando a população começou, sem nenhum apoio, nem orientação, ir limpar as praias. E os governos estaduais fazendo o que podem, mas sem estar suportado pela situação de emergência, nem pelo plano de contingência que não os orientou”, enfatizou Marina.

Marina Silva é professora de história, ex-senadora pelo Acre, ex-ministra do Meio Ambiente, e traz em sua trajetória mais de 40 anos de militância em defesa do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável.

Fonte: Assessoria

Deixe um comentário