Slider

Deputado responde mensagem de vice-governador em postagem no Twitter

As redes sociais têm sido um campo aberto/amplo para discussões, debates e postagens que – no vai e vem do dia a dia – se tornam o meio de informação para quem vive online e opinativo para classe política do Brasil.

Foi o que aconteceu no dia de ontem, 24, quando o vice-governador e, ao mesmo tempo, governador em exercício, Luciano Barbosa (MDB), postou em sua conta oficial no Twitter uma crítica ao governo de Jair Bolsonaro (PSL) pela venda de 30% das ações da BR Distribuidora por R$ 8,6 bilhões.

Na última terça-feira, 23, a Petrobras – ao anunciar que vendeu 30% das ações da subsidiária – reduziu a participação na empresa de 71,25% para 41,25%, segundo o comunicado da BR Distribuidora enviado ao mercado financeiro.

Com isso, o governador em exercício usou a rede social para chamar atenção ao que ele tratou como “não vender o Brasil na bacia das almas” e indagou aos seguidores se ‘venderiam por 8,6 bilhões uma empresa que teve um lucro líquido de 3,2 bilhões em 2018?’.
Want to add a caption to this image? Click the Settings icon.
“Você venderia, em julho de 2019, por 8,6 bilhões, uma empresa que teve um lucro líquido de 3,2 bilhões em 2018? Precisamos tomar o cuidado para não vender o Brasil na bacia das almas”, escreveu Luciano.
Ou seja, ao falar em “bacias das almas”, o vice-governador de Alagoas retrata que o Brasil está sendo vendido ( ou melhor, privatizado?) por um preço a custo extremamente baixo.

Contrapondo, o deputado estadual Davi Maia (DEM) defendeu a decisão da equipe econômica do ministro Paulo Guedes que, após a venda das ações da BR Distribuidora, o controle da subsidiária responsável pela distribuição de combustíveis passa a estar em mãos privadas.

Em resposta ao vice-governador, Maia ironizou dizendo que com a venda quem ‘perde é a burocracia e os políticos acostumados a indicar cargos na BR Distribuidora’. O deputado estadual ressaltou ainda que a transação ‘foi um negócio muito bom’.
Blog Kléverson Levy Blog Kléverson Levy
Deputado Davi Maia respondeu ao vice-governador
“Governador a venda foi de cerca de 30% da empresa, então acho que foi um negócio muito bom! Ganha os consumidores, ganha a concorrência! Quem perde é a burocracia e os políticos acostumados a indicar cargos na BR Distribuidora”, respondeu Davi Maia.

Por fim, Luciano Barbosa rebateu dizendo: “Bom, então já sei sua opinião. Você venderia. É bom saber”.
Blog Kléverson Levy Blog Kléverson Levy
Resposta de Luciano Barbosa

Deixe um comentário