PMM---H1N1---728X90px (2)
PMM---BEM---WEBBANNER-728X90px (1)

Câmara e vereador emitem nota sobre prisão de servidor comissionado

Na manhã desta segunda-feira, 14, uma operação da Polícia Civil (PC) prendeu Benício Vieira de Lima, 45 anos, que está sendo acusado de cometer diversos estupros desde o ano de 2015.

Benício foi preso no bairro de Guaxuma, em Maceió, e de acordo com a Polícia Civil já foram confirmados nove (9) casos após o reconhecimento das vítimas e outros dez (10) estão em investigação.

Leia mais aqui: Polícia Civil prende estuprador em série em Maceió

Porém, chama atenção ao fato do acusado ser comissionado na Câmara de Vereadores de Maceió. Benício Vieira estava lotado no gabinete do vereador Chico Filho (PP).

No entanto, a Mesa Diretora da Casa determinou a imediata exoneração do servidor lotado e a abertura de inquérito administrativo para investigar o uso indevido de possível veículo pertencente a este Poder.

Já em nota enviada ao Blog Kléverson Levy, Chico Filho disse que se solidariza com todas as vítimas e repudia veementemente qualquer tipo de crime. Além disso, o vereador explicou também que está assustado da mesma forma que toda sociedade, já que o assessor tinha mais de quinze (15) anos de convívio familiar.

“Quanto a prisão de um dos seus assessores nesta segunda-feira,14, o vereador Chico Filho informa: Que se solidariza com todas as vítimas e repudia veementemente qualquer tipo de crime; Que está assustado da mesma forma que toda sociedade, pois o assessor tinha mais de 15 anos de convívio familiar; Que em nenhum momento sabia do uso de seus veículos ou de seu escritório para prática de crimes; Que vai pedir imediatamente a exoneração do assessor; Que está disponível às autoridades policiais e judiciais para contribuir com as investigações”, diz o texto da nota oficial.

Câmara de Maceió

A nota de esclarecimento enviada pela Câmara de Maceió presta total solidariedade às vítimas e famílias. O legislativo municipal, de acordo com o texto, expressa repúdio a qualquer tipo de crime, sobretudo, aquele que tem como alvo a inocência de crianças, como no caso, que tinham entre 11 e 18 anos.

“A Câmara Municipal de Maceió, assim como toda a sociedade alagoana, está indignada com o caso de violência sexual contra 19 menores praticado por um servidor comissionado deste Poder, preso na manhã desta segunda-feira.

Além de prestar total solidariedade às vítimas e suas famílias, o Legislativo municipal expressa seu repúdio a qualquer tipo de crime, sobretudo aquele que têm como alvo a inocência de crianças, como no caso, que tinham entre 11 e 18 anos.

A Mesa Diretora da Casa apoia o posicionamento do vereador Chico filho e já determinou a imediata exoneração do servidor lotado no Gabinete do referido parlamentar, além da

abertura de inquérito administrativo para investigar o uso indevido de possível veículo pertencente a este Poder.

A Câmara presta ainda total apoio às autoridades policiais e se coloca à disposição para

qualquer esclarecimento”.

#VidaQueSegue

Email: Kleversonlevy@gmail.com

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy

Com informações das Assessorias

Deixe um comentário