webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Vereadores expõem ‘insatisfação’ e criticam presidência do MDB em AL

Na sessão de retorno dos trabalhos da Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios na manhã desta quarta-feira, 07, os vereadores Adelaide França e Pedrinho Gaia, ambos do MDB, se sentiram ‘incomodados’ devido a mudança na diretoria do partido em que estão filiados no município.

Desde junho deste ano, a sigla comandada pelo senador Renan Calheiros em Alagoas foi ‘trocada’ na terra de xucuru-kariri. A presidência do MDB palmeirense passou – agora – para o comando de José Helenildo Monteiro Neto, o Helenildo Neto, filho do ex-prefeito James Ribeiro (PRTB).

Antes, e por vários anos, o partido era presidido pelo ex-vereador, ex-secretário e atual aliado do prefeito Júlio Cezar (o “Imperador”), Antônio Fonseca. Fonseca, inclusive, foi considerado o “homem forte” nas gestões de James Ribeiro, quando ocupou Secretaria Municipal de Articulação Política.

Porém, a insatisfação dos vereadores veio à tona desde que não foram comunicados da atual mudança na presidência do partido local. Calheiros, que deu o comando do MDB para James desde que era prefeito, mas que estava sob o comando de Fonseca, agora devolveu – de fato – para os Ribeiros.

Por conta disso, Pedrinho Gaia se mostrou insatisfeito com o MDB e usou a tribuna do legislativo municipal para desabafar. O vereador explicou que o partido ‘peca’ e que não foi comunicado da mudança e nem convidado para fazer parte da nova diretoria. Gaia disse ainda que desde que foi eleito, em 2016, nunca recebeu – ao menos – uma carta de parabéns pela vitória nas urnas.

Blog Kléverson Levy Blog Kléverson Levy
Pedrinho Gaia se mostrou insatisfeito com o MDB ao usar a tribuna do legislativo municipal / Foto: Facebook
“Sou vereador do PMDB, agora o MDB. Que tem as vereadoras Adelaide França e Joelma Toledo, companheiras de partidos. Temos hoje um novo presidente do MDB na nossa na cidade. Desejar boa sorte! Agora, a gente não foi comunicado e não fazemos parte dessa nova direção. Não fazemos parte e também não houve convite para fazer parte. Estamos aqui com o nosso mandato até o final de 2020. Mas, infelizmente, o nosso partido peca em não nos comunicar nada sobre o mandato da gente. Temos dois anos e meio [mandatos] e nunca recebemos do partido nenhuma carta parabenizando por nossa eleição, em 2016, e nunca mandou para esta casa nem quem era o líder do partido na Câmara. Continuaremos firmes no MDB e desejar boa sorte para quem está comandando”, criticou Pedrinho Gaia.

Nem ‘zap, telegrama ou carta’

Já Adelaide França também se sentiu desprestigiada pela mudança na presidência do partido. Sem ter sido comunicada, França ressaltou que não sabe nem quem é o atual presidente estadual sigla. Ao criticar a postura adotada pelo partido, que não prestigia os vereadores palmeirenses, Adelaide foi mais além nas críticas ao lembrar que nunca recebeu nem ‘zap, telegrama ou carta’.

“Fomos filiados pelo MDB, através do amigo Antônio Fonseca. Saímos candidatos: eu, Joelma Toledo e Pedrinho Gaia e nos elegemos pelo MDB. Nunca, o partido mandou um ‘zap’, um telegrama, uma carta e nada parabenizando os vereadores de Palmeira dos Índios que se elegeram. Infelizmente, eu não sei, até hoje, quem é o presidente estadual do MDB. Eu não sei! Dizem que é o senador [Renan]. Dizem que é o governador [Renan Filho]. Oficialmente, eu não sei! Oficialmente, a vereadora Adelaide não sabe até porque nunca entraram em contato comigo. Nem na campanha para ajudar. Nem depois da campanha para parabenizar”, falou indignada.

Por fim, a vereadora acrescentou que só soube da nova diretoria palmeirense pelas redes sociais. França pediu que o novo presidente mude a postura do partido e que os vereadores emedebistas sejam comunicados de reuniões e indicações, como também, do líder no legislativo.

“É obrigação do partido enviar ofício a esta casa para indicar o líder do partido. O MDB não tem líder nessa casa. É lamentável. Eu preciso saber quem é o presidente do meu partido. Então, foi quando pelas redes sociais tomamos conhecimento de uma nova direção do MDB. Nunca recebi convite para participar dessa reunião para votar ou não votar. Nunca fui comunicada – oficialmente – dizendo quem é a nova diretoria. Sei pelas redes sociais que o MDB está sob a direção do jovem Helenildo Neto. É um menino de bem! É um menino responsável! Agora, espero que Helenildo Neto mude a postura de quem administra e quem dirigia o MDB na cidade. Espero que nós [vereadores] sejamos comunicado de alguma reunião. Porque representamos nesta casa o MDB. Temos esse direito! Espero e desejo boa sorte ao novo presidente”, finalizou Adelaide França.


Deixe um comentário