PMM---H1N1---728X90px (2)
PMM---BEM---WEBBANNER-728X90px (1)

Três ou mais nomes podem disputar a Prefeitura de Marechal em 2020

Foto: Internet

De acordo com fontes fidedignas do Blog Kléverson Levy, Marechal Deodoro poderá ter – em 2020 – mais de três candidatos à Prefeitura local.

Lançados, até o momento, como prováveis nomes na disputa pelo cargo de prefeito, o atual Cláudio Roberto Ayres da Costa, o Cacau (PSD) à reeleição; José Gilvan Ribeiro de Almeida Filho, o Júnior Dâmaso (ainda no MDB?); e o ex-prefeito Cristiano Matheus (MDB).

Nos bastidores da política deodorense, comenta-se até que poderá haver uma união, entre Dâmaso e Matheus, para derrotar Cacau que vai levando uma administração não tão bem avaliada, como indicam algumas pesquisas divulgadas. 

Para quem não lembra, em 2016, Cacau foi eleito com apenas oito (8) votos de diferença contra Júnior Dâmaso. Ou seja, desde o pleito anterior que a cidade de Marechal ficou dividida –  politicamente falando. 

Contudo, para 2020, entra Cristiano Matheus que foi prefeito por dois mandatos consecutivos (2009-2012 e 2013-2016) e ainda – por mais que esteja afastado do Executivo – goza de uma boa aceitação no município.

Matheus, fora da Prefeitura, continuou na cidade, tem moradia fixa e não esqueceu os “amigos” que sempre esteve com ele quando prefeito. 

O mesmo caso de Júnior Dâmaso que permanece na cidade, ganhou visibilidade política após o pleito ‘apertado’, ainda tem moradia fixa e não esqueceu aliados que continuam declarando apoio. 

Já o prefeito Cacau, apesar de algumas obras pelo município, carrega o lado positivo e negativo de quem está no Poder. Uma delas, inclusive, é a administração local que tem mais gente de fora – trabalhando – do que de Marechal Deodoro. 

Além disso, Cacau esqueceu alguns aliados que deram apoio na eleição de 2016, continuou com obras que estavam em andamento na gestão anterior e, por sorte, saíram durante seu mandato, e não consegue ter a popularidade de seus opositores.  

Portanto, como tudo pode acontecer na política, Marechal Deodoro será palco de três (3) candidaturas à Prefeitura. Poderá ter duas (2) candidaturas com a chamada ‘dobradinhas’.

Ou, no final das contas, dividir a oposição e ainda existir mais que três (3) nomes na disputa pela cadeira de Cacau – sem chocolate – no próximo ano.

Será? Como sempre disse e repito: A população quer menos marketing e menos “maquiagem” na administração Cacau/Avelino.
Deixe um comentário