Slider

Traído politicamente, vice-prefeito diz que prefeita é “quem mente”

Foto: Redes sociais

Leopoldo Antônio Morais Amaral, o Leopoldo Amaral (agora no PSC), ex-vereador e atual vice-prefeito de Major Izidoro, se disse ‘traído’ pela prefeita Santana Mariano (MDB).


Em vídeo que circula pelas redes sociais, Amaral falou de acordos e promessas políticas não cumpridas pelas gestora da cidade. Uma delas, inclusive, firmada na eleição de 2016, era a de que o vice-prefeito seria o candidato a prefeito do grupo em 2020.


Porém, a prefeita sertaneja escolheu como sucessor o sobrinho, chamado de Alex Mariano, para ser seu (dela) candidato a prefeito e dar continuidade à gestão dos Marianos.


Além disso, expôs Leopoldo Amaral – no vídeo abaixo – que foi ‘jogado contra sua família e iludido de que seria o próximo candidato à sucessão’.


“Prefeita, a senhora não tem o direito de me chamar de mentiroso. Logo eu que fui leal a senhora. Fiquei contra minha família. Fui jogado contra minha família e iludido sempre que seria o próximo candidato na sucessão… ano passado, ano pré-eleitoral, tudo mudou. Foi lançada uma sobrinha, candidata, e, na sequência, trouxeram um sobrinho de fora e lançaram candidato. Fecharam um acordo com Tilo Amaral, achando que ali não precisariam de mais ninguém. Na sequência, ofereceram a vaga de vice ao Theoblado Cintra”, explicou.

“Quem mente é você”


O vice-prefeito ressaltou ainda que Santana Mariano insistia que ele permanecesse no partido indicado por ela para que, após ( 04 de abril) o prazo de filiações e desfiliações, fosse dado a considerada ‘rasteira’ partidária.


Chamada de “trama da traição”, o anúncio do nome escolhido por Santana Mariano surgiu logo depois que o vice-prefeito comunicou rompimento político.


“A trama da traição estava armada. Insistiram para que eu ficasse no seu partido. Para que eu fizesse somente o que você quisesse depois do dia 04 de abril. Não fiquei, prefeita. Fiquei em um partido independente e segui fazendo política com lealdade conversando com meus amigos. Mas a trama estava montada. O golpe estava programando. Quando anunciei o rompimento, poucos minutos depois, a senhora anunciou o vice. Coisa que todo mundo já sabia. Prefeita, eu peço respeito para que a gente siga cada um para o nosso lado. Me respeite. Aqui, quem mente é você. Se o povo de Major achar que um candidato enxertado, fará bem, boa sorte”, finalizou Leopoldo Amaral.

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy   

Deixe um comentário