Webbanner_BEM_728x90px
Webbanner_BEM_728x90px

2022: vereador diz que “não tomará decisão sem ouvir Brasília” (leia-se, Bolsonaro)

Por Kléverson Levy

Polêmico em suas decisões, antes e depois que assumiu uma vaga de vereador na Câmara de Maceió, Leonardo dias (PSD) nunca escondeu ser “Bolsonarista” de carteirinha, reza e fé em tudo que é/seja a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Com vistas ao pleito de 2022, Dias é uma das apostas do Partido Social Democrático (PSD) para concorrer aos cargos eletivos disponíveis.

Nos bastidores, a possibilidade do edil ser candidato à Câmara dos Deputados é maior que disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de alagoas (ALE).

Católico, conservador, ativista político e fundador de Movimentos de Rua, como se intitula em suas redes sociais, o vereador – após a imprensa repercutir em torno de seu nome como aposta para 2022 – disse que “não tomará qualquer decisão sem ouvir o comando de Brasília”, ou seja, sem saber a opinião do “capitão” Bolsonaro.

“Eu tenho sido muito questionado se serei candidato e a qual cargo. Digo a vocês: eu sou um soldado. Posso ser candidato a qualquer coisa, inclusive a nada. Não tomarei qualquer decisão sem ouvir o comando de Brasília. A missão que me for dada, cumprirei”, escreveu Leonardo Dias.

Portanto, Leonardo Dias é sim um nome que o PSD – local – aposta para o pleito de 2022. Vale ressaltar ainda que, pela ligação com Bolsonaro e família, o vereador caminha para ser candidato à Câmara dos Deputados.

Em último caso, a depender das articulações políticas local e nacional, poderá disputar um vaga na ALE, mas, como um soldado fiel ao presidente da República, deverá ouvir – antes – Brasília (leia-se, Bolsonaro).

Será?

#VidaQueSegue

Email: kleversonlevy@gmail.com

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário