Webbanner_BEM_728x90px
Webbanner_BEM_728x90px

Renan Filho encontrou um líder na ALE para defender seu (dele) Governo

Quem estava na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) na tarde de ontem, 27, percebeu que o governador Renan Filho (MDB) agora tem um líder na casa legislativa para defender seu (dele) Governo.

O deputado estadual Sílvio Camelo (PV) recebeu a missão – árdua – de ser o defensor da administração de RF na Casa de Tavares. O embate entre Camelo e Davi Maia (DEM) deixou claro que as sessões da ALE serão mais discutíveis entre situação e uma parcela significativa da considerada “oposição”.

O mais interessante é que no mesmo plenário estava o deputado Olavo Calheiros (MDB), tio do governador, mas a todo momento se manteve como sempre foi no plenário da casa: assistindo ao embate, calado e depois saiu ‘mudo’.

Não houve – sequer – um aparte do tio-deputado de Renan Filho para defender o governo Calheirista. No estilo Olavo Calheiros de ser deputado há alguns mandatos, o parlamentar se manteve em silêncio.

Porém, quanto ao fato da ‘briga’ entre Silvio Camelo e Davi Maia, ao vivo e a cores, os dois parlamentares tomaram posições cabíveis para ambos. O defensor dos professores e o defensor do atual Governo de Alagoas.

Maia, na oposição, em prol da derrubada do veto parcial ao projeto de lei que trata do rateio das sobras do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Camelo, líder de RF, rebateu dizendo que não havia interesse do Poder Executivo em prejudicar os professores e pediu que o colega deputado controlasse o tom de seu discurso como oposicionista. Lembrando: o ‘espetáculo’ foi assistido pelos professores estavam presentes na sessão.

“Vai chegar um momento que Vossa Excelência não vai ter o criticar. Ficar toda vez criticando, criticando e criticando o Governo. Precisa amenizar o tom de seu discurso como oposicionista, deputado”, rebateu Sílvio Camelo.

Sensata nas palavras

Apesar da discussão ter sido entre Sílvio e Davi, a deputada Jó Pereira (MDB) é a que parece ser a mais sensata – referente aos assuntos da ALE – quando pede a palavra na casa. Chama atenção a maneira como a deputada usa o microfone para ‘acalmar’ os colegas se o debate esquentar.

Pereira, em pensamento de ideias e opiniões, tratou da questão – discutida em plenário – mostrando aos colegas que é preciso ‘coerência’ de ambos os lados. Manteve a fala afirmando que tanto Davi Maia e/ou Sílvio Camelo estão corretos. Nem um, nem outro!

Blog Kléverson LevyBlog Kléverson Levy
Deputada estadual Jó Pereira (MDB), sensatez no que diz / Foto: Assessoria

Porém, Jó Pereira disse com clareza aos dois deputados que, apesar da divergência de opiniões, o importante é defender os interesses do povo alagoano. No caso da discussão em tese: os professores merecem receber a remuneração de 60% referente ao valor dos recursos do Fundeb.

Portanto, o governador Renan Filho encontrou um líder na Casa de Tavares Bastos para defender seu (dele) Governo. Por outro lado, terá que se ‘digladiar’ (no bom sentido) com uma parcela de deputados estaduais que se “apresentam” oposicionista e magoados com o Governo.

De fato, para encerrar esta matéria, é ver e saber que a partir de agora as sessões da ALE serão mais discutíveis, contestáveis e questionáveis entre o líder Sílvio Camelo – sem Olavo Calheiros, claro – e os demais colegas que se mostram ser – realmente – oposição ao Governo de RF.

Será?

#VidaQueSegue

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com

Deixe um comentário