Slider

Prefeito é um entre os poucos gestores com acesso ‘direto’ ao gabinete de RF

Muitos gestores alagoanos têm reclamado do governador Renan Filho (MDB) pelo fato de não serem recebidos – como deveriam e sendo aliados – no Palácio República dos Palmares. A maioria, entretanto, reclama ainda do famigerado “chá de espera ou chá de cadeira” que levam para serem atendidos pelo chefe do Executivo estadual.

Essa reclamação, todavia, acontece por parte de prefeitos, vereadores, lideranças políticas e parlamentares que conhecem de perto o ‘modus operandi’ que é para chegar em Renan Filho. Diferente do pai, o então senador Renan Calheiros, o filho sabe o tamanho do cargo que ocupa e, com isso, tem afastado mais ao invés de unir.

Por conta dessa considerada ‘soberba’ de Poder que tem o governador, muitos aliados já disseram – inclusive, ao Blog Kléverson Levy – que ainda são aliados dos Calheiros por conta da habilidade política do senador Renan Calheiros (MDB) em conversar com quem anda insatisfeito com filho-governador.

O senador alagoano é um político profissional 24 horas por dia. É nessa função de dialogar – seja com o prefeito, vereador e/ou lideranças políticas – que tem feito de Calheiros (pai) o ‘bombeiro’ dentro do Palácio República dos Palmares (apesar de distante).

Diante dessa dificuldade em atender aliados, um leitor palaciano do Blog Kléverson Levy e sabedor dos fatos e atos do governo de RF, atentou em dizer que o prefeito de Pilar, Renatinho Rezende (PV), é um dos poucos gestores que não usa esse ‘modus operandi’ da antessala do Palácio e tem acesso quase que direto ao gabinete do governador.

Rezende (após a eleição de 2014, apesar de ter sido Biu de Lira – PP), ressalte-se, tem sido um aliado fiel de Renan Filho desde o primeiro mandato. De lá para cá, o governador emedebista se tornou “amigo” do prefeito pilarense.

Tanto que na equipe do Palácio República dos Palmares, em missão oficial do Governo de Alagoas à China, Renatinho Rezende foi o único prefeito que esteve na ‘pomposa’ viagem que custou aos cofres públicos R$ 612 mil (segundo o decreto nº 65.970, publicado no DOE de 22 de maio 2019).

Resultado da aliança!

Blog Kléverson Levy Blog Kléverson Levy
Renatinho Rezendo, Fátima Canuto e Cecília Herrmann Rocha / Foto: Facebook
Relatou o leitor ainda que o prefeito do Pilar detém de acesso livre ao Palácio República dos Palmares com Poder que muitos gestores e, até quem rodeia o governador, fica impressionado.

Além da ‘amizade quase que de infância’, Renatinho conseguiu indicar a esposa, Cecília Herrmann Rocha, como secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

A união entre RF e Renatinho vai além dos Poderes Executivos. A mãe do prefeito, Fátima Canuto (PRTB), é deputada estadual e tem sido na Casa de Tavares Bastos uma grande aliada da gestão Calheirista.

Canuto tem votado sempre com o governo e se tornou ‘queridinha’ do Palácio dos Palmares.

Portanto, Renatinho Rezende do Pilar é dos poucos gestores alagoanos com acesso ‘livre’ – sem o “chá de espera ou chá de cadeira” – ao gabinete de RF e explica o que disse o leitor palaciano ao Blog Kléverson Levy:

É prefeito de uma cidade importante na região metropolitana; mantém a esposa secretária de Estado; e, por fim, ainda consegue ter mais ‘voz e vez’ com a mãe em mandato na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE).

Afinal, um Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) do tipo II será inaugurada nesta sexta-feira, 02, na cidade do Pilar, contemplado mais uma obra que vai garantir visibilidade política para família Rezende na cidade.


Enfim. Política é Política!


Deixe um comentário