webbanner_BEM+VALORIZA_728x90px
WhatsApp Image 2021-11-04 at 14.44.55 (3)

Paulo Dantas cada vez mais próximo do Palácio República dos Palmares. Por quê?

Por Kléverson Levy

Percebe-se, nas ações do Governo de Alagoas pelo estado, que o deputado estadual Paulo Dantas (MDB) está cada vez mais próximo do Palácio República dos Palmares.

Dantas virou presença constante nos eventos institucionais, ao lado do governador Renan Filho (MDB), do senador Renan Calheiros (MDB), prefeitos, aliados e lideranças políticas que – até então – acompanham o Poder Executivo.

O deputado estadual tem sido, de fato, o representante maior da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), frente aos colegas de parlamento, e do presidente da Casa, o deputado Marcelo Victor (Solidariedade).

Nos bastidores da política, inclusive, até matérias publicadas aqui no Blog Kléverson Levy, já escrevi que o Deputado tem cumprido com o papel de ser o ‘futuro candidato majoritário’. Será?

Paulo Dantas no sertão de Alagoas – Fotos: Dárcio Monteiro e Márcio Ferreira / Agência Alagoas

O parlamentar se tornou o ‘elo de ligação’ entre Palácio República dos Palmares e ALE. Além disso, Paulo vai ganhando mídia e sendo tratado como “próximo/futuro governador de Alagoas”, principalmente, no sertão alagoano.

É de se estranhar, todavia, o aparato legislativo e institucional da Casa de Tavares Bastos para Dantas. Assessoria, mídia, coberturas e uma nova repaginada na imagem que está sendo criada para o futuro político (o quê, ao quê?) do parlamentar.

Enquanto isso, Marcelo Victor (SDD) continua calado, em silêncio, assistindo de longe, vendo os bastidores e aguardando 2022. MV é ‘expert’ na arte de articular e tem colocado – sempre mais – a mira em cima de Dantas.

Deputado Marcelo Victor (SDD) observa de longe os bastidores / Foto: Igor Pereira-ALE

Afinal, MV tem demonstrado qualquer des-interesse (?) de sentar na cadeira de governador, caso RF saia em 2022, e deixado com que o colega deputado chame atenção e carregue nas costas – por enquanto – toda atenção palaciana.

Por quê?

Estratégia dos deputados estaduais na ALE (leia-se sempre o comandante MV) que no momento certo devem se manifestar e decidir quem será quem – caso Renan Filho deixe o governo – e determinar o futuro das eleições de 2022, além do novo ocupante da cadeira de chefe de Executivo no próximo ano.

Por fim, os bastidores da política FERVE nas articulações!

Será?

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário