Blog Kleverson LevyBlog Kleverson Levy

Para o Senado Federal e Câmara dos Deputados em 2026, palacianos já pensam em ‘alinhar’ a eleição futura 

A cartada – via bastidores – é dada como certa no Palácio República dos Palmares: dois nomes de ‘peso’ ao Senado Federal – em 2026 – podem atrapalhar a reeleição do senador Renan Calheiros (MDB). Isso porque, em 2018, a disputa foi bem acirrada.

Se demora mais uma semana, teríamos surpresas no pleito. Naquele ano eleitoral, o resultado de Calheiros para o ex-deputado federal Maurício Quintella (no PR, à época) foi de uma diferença de quase 128 mil votos. Renan (Pai) obteve 23,88% (621.562 votos válidos) e Quintella 18,98% (494.027 votos válidos).

Para 2026, os palacianos já pensam no jogo das cadeiras ao Senado Federal e Câmara dos Deputados, principalmente, para o governador Paulo Dantas (MDB). Dantas, para ajudar Renan Calheiros, poderá ser um nome à Câmara dos Deputados. A conversa, segundo revelou  uma fonte emedebista, é que o senador Renan seja o único nome para não prejudicar seu retorno a Brasília.

Portanto, estamos – ainda – esperando acontecer a eleição de 2024, onde prefeitos serão eleitos e reeleitos, mas a preocupação do grupo que está no Governo de Alagoas tem foco na eleição de 2026.

Afinal, a inquietação palaciana tem nome e oposição: o presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Arthur Lira (PP), sinalizando que poderá dar uma passo a mais em sua carreira política.

Como publicou o  Blog Kléverson Levy, Arthur Lira vai se projetando para subir na disputa de 2026, inclusive, tem avisado aos aliados Liristas mais próximos, o interesse em ser candidato ao Senado Federal, apesar de ter dado um recado ‘republicano’ para classe política. Quanto ao fato de  2024 e 2026, no entanto, é uma outra história.

Por fim, não se pode negar que o senador Renan Calheiros é imponente em articular e fazer política muito bem feita nos bastidores. Sem falar, ainda, que o senador Rodrigo Cunha (Podemos) deverá ‘brigar’ para renovar seu mandato por mais oito anos. Cunha, em 2018, foi o mais votado com 895.738 votos válidos (34,42%). 

Manterá? Será? Eis o xadrez para 2026, diante da prévia eleitoral de 2024, sendo montado nos bastidores da política alagoana. 

Quem viver, verá!

E viva a política dos políticos em Alagoas!

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Kleverson Levy

Especialista na cobertura política em AL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pressione ESC para fechar