Slider

Palmeira: Prefeito ‘pavimenta’ trajetória política como teste nas urnas de 2020

Nos bastidores da política palmeirense, o comentário é que o prefeito “Imperador” – Júlio Cezar (PSB) – vai a cada dia pavimentando sua trajetória política para a eleição de 2020. Ou seja, começou com o desejo de ser a mudança do povo, construiu uma candidatura forte, atraiu vários aliados e venceu o pleito de 2016 com votação surpreendente.

Porém, em quase três anos de mandato, se perdeu no caminho do PODER, atraiu mais inimigos, perdeu aliados e acumula uma insatisfação crescente por parte da população palmeirense.

De fato, o “Imperador” vai definhando e perdendo aliados conquistados desde sua eleição de 2016. Na semana passada, ao demitir a subsecretária (adjunta) municipal de Ação Social, Erika Gaia, criou um atrito não só com o vereador Fabiano Gomes (PSC), esposo da demitida.

Erika Gaia também é irmã do vereador Pedrinho Gaia (MDB), atual líder do governo, e defensor da gestão “Governo do Povo”. Não se sabe – ao certo – quais motivos levaram JC a demitir a esposa do vereador (dizem que um foto causou o rebuliço no Executivo). Porém, se percebe que o “Imperador” não aguenta ser afrontado por quem está ‘mamando’ no “Governo do Povo.

Fabiano Gomes, que tem suas benesses na Prefeitura de Palmeira dos Índios, é também aliado da deputada estadual Ângela Garrote (PP). Por ciúmes ou não, a demissão de Erika Gaia é um recado para quem está lá e cá.

A resposta do vereador, todavia, será na tribuna da casa legislativa quando for usar os microfones no retorno das férias. Afinal, a demissão da ex-sub-secretária é parte de dois edis: Erika Gaia é esposa de Gomes e irmã de Pedrinho.

2020

Blog Kléverson LevyBlog Kléverson Levy
Ângela Garrote (PP) ainda não decidiu sobre o futuro / Foto: ALE
Contudo, já disseram ao Blog Kléverson Levy que o “Imperador” tem como medo maior, na disputa eleitoral de 2020, enfrentar a deputada estadual Ângela Garrote (PP).

JC sabe o estilo de Garrote fazer política e ‘treme na base’ ao ter que ficar em palanques contrários, sendo atacado com a verdade que os bastidores da política revelam.

Como a parlamentar não tem papas na língua e fala ‘na cara’, o prefeito de Palmeira terá que ter coração para aguentar verdades ‘nuas e cruas’ que fazem parte do vocabulário de Ângela Garrote.

Ainda que no caminho do Poder, o prefeito “Imperador” – Júlio Cezar (PSB) – vai ‘pavimentando’ a trajetória política que ele mesmo criou desde que assumiu o comando da Prefeitura de Palmeira.

Entre amigos, inimigos, aliados e ex-aliados, JC vai colocar em teste a gestão “Governo do Povo” para os mais de 23 mil eleitores (64.62% do votos válidos obtidos de 2016) nas urnas do próximo ano.

Afinal, 2020 será de ‘teste e prova’ para prefeitos que tentarão renovar o mandato.

Será?


Deixe um comentário