PMM---H1N1---728X90px (2)
PMM---BEM---WEBBANNER-728X90px (1)

Palmeira: familiares cobram elucidação do assassinato de corretor de imóveis ocorrido em abril

Por Kléverson Levy

Lá se vão – exatamente – três meses de um crime ainda não solucionado pela Polícia Civil de Alagoas (PC-AL). Em abril deste ano, o corretor de imóveis e ex-candidato a vereador, Reginaldo Fernandes dos Santos, o Regis Corretor, 41 anos, foi encontrado morto dentro de sua residência, no Conjunto Jaime Soares de Melo, na cidade de Palmeira dos Índios.

O Blog Kléverson Levy foi procurado por familiares e amigos que lutam – nesses últimos 90 dias – em busca de esclarecimentos sobre o crime ainda sem solução e que chocou a sociedade palmeirense.

Assassinado no dia 25 de abril, um dia de domingo, Regis foi encontrado com sinais de violência e ferimentos com marcas de “arma branca”. Já o carro da vítima, modelo Ford EcoSport, estava abandonado numa estrada vicinal próximo da residência.

Deixam dúvidas sobre o caso perguntas que estão sem respostas. Se o crime foi passional? Se o crime foi de mando? Quem matou? Ou quem mandou matar?

Portanto, a resposta fica a cargo da Polícia Civil e das autoridades competentes que precisam esclarecer o assassinato do corretor de imóveis – ocorrido em abril deste ano.

Diante desta publicação, o Blog Kléverson Levy espera que o secretário Alfredo Gaspar, responsável pela Secretaria de Estado da Segurança (SSP-AL), também se posicione para mais esclarecimentos aos familiares e amigos.

Regis Corretor também foi candidato a vereador em 2020 / Fotos: Redes Sociais

Abaixo, publico na íntegra o texto – em apelo – enviado pelos familiares.

– O crime completará três meses de ocorrido, no próximo dia 25, e, até o presente momento, os amigos e Familiares anseia por justiça, mas o silêncio sobre o caso tem nos colocado em profunda angústia;

– Até o momento, não há – ao menos – o apontamento do nome de nenhum acusado;

– Reginaldo era de origem humilde e, aos 40 anos de idade, embora tenha começado sua vida carroçando na feira livre de Palmeira dos Índios, era o principal pilar de sustentação da Família;

– Chegou a essa condição sem nunca ter um fato que colocasse em dúvida a sua honestidade e integridade moral;

– Era impetuoso na defesa das suas convicções. Foi postulante ao cargo de vereador, no último pleito, e tal ímpeto o colocou em algumas polêmicas nas redes sociais – em discursões acaloradas com alguns políticos locais;

– A morte do meu amigo Reginaldo, pode parecer clichê: 40 anos de idade, solteiro, homossexual. Morto em sua residência, a facadas e tendo alguns de seus objetos roubado.

– Parecia um crime de fácil elucidação. Dito até por algumas autoridades policiais. Teria sido um crime passional? Pois bem! Até o presente momento, não há sinais de resolução do caso e a família e amigos clamam por justiça.

Por fim, a família quer atenção da sociedade para o que podemos chamar de “grito de socorro por justiça”, cabendo às autoridades a elucidação deste crime bárbaro na cidade de Palmeira dos Índios.

Que não fique impune!

É isto!

#VidaQueSegue

Email: kleversonlevy@gmail.com

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário