webbanner_BEM+VALORIZA_728x90px
WhatsApp Image 2021-11-04 at 14.44.55 (3)

ONG denuncia ‘vandalismo e crime ambiental’ em festa realizada na APA Costa dos Corais, no litoral norte de AL

Por Kléverson Levy

Desde que circulou algumas imagens de uma festa que foi realizada na APA Costa dos Corais, conhecida como piscinas naturais de Marceneiro, em Passo de Camaragibe, no litoral norte de Alagoas, o Instituto BiomaBrasil (IBB) criticou a falta de fiscalização das autoridades.

A ONG, que postou em suas redes sociais cobrando uma atuação dos órgão competentes, destacou que a festa foi realizada ‘sem nenhum controle e desrespeitando o Plano de Manejo, recentemente aprovado’.

No vídeo postado e que circula pelas redes sociais, a Organização não governamental sai em defesa da área ambiental que é de preservação e conservação – APA – conhecida como uma extensa área natural, com um certo nível de ocupação humana, que garante a proteção e conservação de atributos bióticos, abióticos, estéticos ou culturais importantes para a qualidade de vida da população.

“Recebemos esse vídeo denúncia pelo grupo de conselheiros da APACC, de uma festa nas piscinas da Praia do Marceneiro, Rota Ecológica em Passo de Camaragibe (AL). Sem nenhum controle e desrespeitando o Plano de Manejo, recentemente aprovado, turistas realizam festa sobre as piscinas naturais da maior área costeiro-marinha protegida do Brasil, gerida pelo @icmbio_costadoscorais . Esta mesma área abriga a população de peixes-bois nativos e reintroduzidos, além de espécies de corais e peixes ameaçados de extinção. O réveillon não chegou e se nada for feito, mais destruição à vista! @ima.alagoas@mpf_oficial@ibamagov@marinhaoficial@passo.al“, denunciou Instituto BiomaBrasil (IBB) em sua conta oficial no instagram.

Repercussão nacional

O  jornalista André Trigueiro, da Globo News, chamou atenção para o fato em rede nacional. Em sua conta oficial no Instagram, Trigueiro também denunciou o fato ocorrido no litoral norte de Alagoas.

O jornalista tratou o caso como uma ‘omissão das autoridades ambientais’ na região que é bem próxima da pousada do Ministro do Turismo, Gilson Neto.

“Omissão das autoridades ambientais na região da pousada do Ministro do Turismo!! A festa (com aglomeração acima da capacidade de suporte do local) acontece na maior área costeiro-marinha protegida do Brasil. Esta mesma área abriga a população de peixes-bois nativos e reintroduzidos, além de espécies de corais e peixes ameaçados de extinção. O réveillon não chegou e se nada for feito, mais destruição à vista!”, escreveu o jornalista.

Jornalista publicou fato dizendo sobre a ‘Omissão das autoridades ambientais’ / Foto: Instagram

Em Tempo!

Há de se perguntar, todavia, entre uma festa pública e privada, qual seria a diferença diante das aglomerações de pessoas?

De fato, existe uma contradição enorme ao que pode ser feito, por alguns, porém, por outros cidadãos não.

Ou seja: a interpretação jurídica (hermenêutica, como diz o colega jornalista Ricardo Mota) entre algumas autoridades esbarra numa verdadeira disparidade de classes sociais.

Agora é esperar que o Ministério Público Federal (MPF-AL), responsável pela fiscalização, neste caso da APA Costa dos Corais , se manifeste diante das denúncias apresentadas.

É a minha opinião!

É isto!

#VidaQueSegue

Email: kleversonlevy@gmail.com

Redes sociais: @blogkleversonlevy

2 comentários sobre “ONG denuncia ‘vandalismo e crime ambiental’ em festa realizada na APA Costa dos Corais, no litoral norte de AL”
Deixe um comentário