‘Novela 10’: Ida de Barbosa à ALE é adiada a pedido de deputado

A visita do secretário de Estado da Educação (Seduc), Luciano Barbosa, convidado pela Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) para dar explicações, mais parece uma novela com capítulos registrados a cada semana.

Desta vez, Barbosa não vai mais pisar na Casa de Tavares Bastos nesta quinta-feira, 17, após o pedido do deputado estadual Davi Maia (DEM) para adiar a reunião.

Maia, que é autor do convite direcionado ao secretário, viajou para um evento onde vai representar os parlamentares alagoanos em Brasília. Por conta dessa ida do deputado até a capital federal, seus pares entenderam que seria melhor solicitar uma nova data para que Luciano compareça na ALE.


Na semana passada, o encontro também teve que ser cancelado por conta que o presidente da Comissão de Educação, deputado Marcelo Beltrão (MDB), pediu adiamento já estava em viagem.


Ao Blog Kléverson Levy, segundo o que afirmou a assessoria do deputado Sílvio Camelo (PV), líder do governo na casa, é provável que o vice-governador-secretário seja convidado para um novo encontro “na próxima semana, de acordo com a agenda do secretário”.


A ida de Luciano Barbosa à ALE, já considerada nos bastidores como a “Novela 10”, se arrasta desde agosto quando o secretário publicou em suas redes sociais a frase que os parlamentares querem entender o significado cara a cara: Enquanto os cães ladram, a caravana passa”.

Quem mais quer ouvir a ‘caravana de Barbosa’, como sempre tem dito em plenário, é o deputado estadual Francisco Tenório (PMN). Tenório ainda não digeriu tais palavras postadas pelo secretário nas redes sociais.

Portanto, que fique claro: o não comparecimento de Luciano Barbosa, na Casa de Tavares Bastos, hoje, 17, foi um entendimento consensual entre parlamentares por causa da viagem de Davi Maia.


Afinal, a “Novela 10” vem sendo protelada – agora! – pelos próprios deputados estaduais que pediram adiamentos. Contudo, como tem dito o líder do Governo na ALE, Silvio Camelo, “o secretário está à disposição para dar explicações aos colegas quando for necessário”.


Será? 

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy

Deixe um comentário