Nível da disputa em São Luís do Quitunde: ‘vagabundo e família de bandidos’

Foto: Facebook

Ao que parece o discurso da disputa eleitoral em São Luís do Quitunde esquentou de verdade.

Ontem, 26, o Blog Kléverson Levy recebeu um vídeo que circula pela internet, onde o ex-prefeito Cícero Cavalcante (MDB), pai da atual prefeita Fernanda Cavalcante, critica – fortemente – o vereador de oposição à gestão, André Cordeiro (PP).

Ciço, expondo o nível de seu linguajar político e social, chamou Cordeiro de ‘vagabundo, bandido e criminoso’. Chateado com o edil que, segundo o próprio ex-prefeito, saiu criticando sua filha-prefeita por uma ação para combater o Covid-19, Cavalcante não mediu palavras.

Em tom e feição raivosos, o pai da prefeita quitundense baixou o nível da fala no vídeo expondo uma insatisfação inapropriada para os tempos atuais e de redes sociais.

O ex-prefeito foi mais além das palavras, com um discurso de baixo calão, em dias que a política não permite mais políticos dessa magnitude considerada baixíssima.

O Blog Kléverson Levy não está em defesa do vereador André Cordeiro, muito menos de Ciço Cavalcante, e sim em cobrar ( a pedidos dos leitores e eleitores da cidade) uma política à altura. Sem atingir família, familiares ou parentes.

É preciso fazer discurso pragmático, sem ofensas, com propostas e em prol da população do município. Poderia ser até o próprio Cordeiro, no linguajar insolente e apequenado, mas com respeito – principalmente – ao povo e o eleitor quitundense.

Nos tempos atuais não é aceitável o estilo coronelismo e contrário às conquistas do momento contemporâneo. Família, independente da trajetória, merece respeito.

Críticas, sejam construtivas ou destrutivas, mas com nível de discussão para o bom debate político local e na formação de uma sociedade politizada, sem baixaria e sem interesses – apenas – pessoais.

Por fim, segue o vídeo para análise político-social-cultural-eleitoral.

#VidaQueSegue

Email: kleversonlevy@gmail.com

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy

Deixe um comentário