Slider

Nelma apresenta emendas na MP que altera valor do auxílio emergencial para R$ 600

Por Kléverson Levy

A deputada federal Tereza Nelma (PSDB) apresentou duas emendas para alterar o texto da Medida Provisória 1.039/21 que trata do auxílio emergencial para 2021.

Indignada com o valor divulgado do Governo Federal, que ficou entre R$ 150 a R$ 375 reais, Nelma apresentou uma emenda ao texto da proposta da MP que aumenta o valor do benefício para R$ 600, contemplando todos os beneficiados.

Uma outra segunda para que mulheres chefes de família possam receber duas cotas do benefício, ou seja, em torno de R$ 1.200,00.

“Não posso me conformar com o auxílio emergencial no valor de R$ 150 a R$ 375. Quem pode sobreviver com isso? Eu avisei que seria assim, por isso votei contra. Agora vou defender emendas na Medida Provisória (MP) 1.039/2021. Estamos em momento muito difícil e o auxílio emergencial é a principal política de apoio à população para amenizar os impactos da pandemia do Covid-19 para as pessoas mais vulneráveis. A redução do valor de benefício levará essa parcela da população para uma situação de extrema pobreza”, explica a parlamentar.

Além disso, com os novos valores, o benefício para a mulher provedora de família está sendo reduzido a R$ 350, sem direito a cota dupla. No entanto, a Lei n° 13.892 de 2020 estabeleceu o direito dessa mulher a receber uma cota dupla do benefício, totalizando R$ 1.200 mensais.

Tereza Nelma argumenta ainda que a assistência às pessoas – em situação de vulnerabilidade ou questão sofrendo com perda de renda em decorrência da pandemia – será fundamental para que os efeitos não sejam ainda piores durante o isolamento social e a crise econômica do país.

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy 

Com informações da Assessoria

Deixe um comentário