“Não sei quem criou essa história de união”, rebate deputada sobre aliança em Palmeira

Após uma matéria publicada no portal de notícias palmeirense, dando conta da “união política” entre a deputada estadual Ângela Garrote (PP) e o prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar, o “Imperador” (PSB), na eleição de 2020, o Blog Kléverson Levy foi buscar respostas para o fato ou ‘factoide’ divulgado.

Com exclusividade, a parlamentar disse não saber que estava conversando com o prefeito de Palmeira e, muito menos, que houvesse uma aliança entre os dois para o próximo ano.

No estilo Ângela Garrote de falar, já conhecida publicamente por não ter “papas na língua”, ela respondeu – ao Blog Kléverson Levy – ressaltando que só fala de política com quem tem credibilidade para dizer a verdade.

“Não sei quem criou essa história de união com ele [Júlio Cezar] e que eu estaria planejando uma aliança futura com o prefeito de Palmeira. Eu nunca estive com ele [JC] para tratar de 2020. Muito menos sentei para tomar um café. Isso não passa de uma mentira, informação descabida e de alguém que não tem credibilidade para falar sobre política. Não passa de uma matéria mentirosa e plantada por quem quer se beneficiar politicamente em Palmeira”, criticou. 

Ao ser questionada sobre o pleito vindouro, no caso de ser candidata ou não na cidade de Palmeira dos Índios, Garrote explicou que aguarda uma conversa que terá com o governador Renan Filho (MDB) para decidir sobre a eleição no município.

“Eu nunca disse que seria candidata a prefeita de Palmeira. Ao contrário, me colocam sempre como se eu fosse pré-candidata em 2020. Por enquanto, estou deputada estadual e cumprindo com o que prometi – na eleição de 2018 – aos meus eleitores. Agora, quando eu me reunir com o governador para decidir sobre a eleição, tenha certeza que falarei sobre a minha posição para o próximo ano. A única certeza que tenho é que temos um nome a prefeito em Estrela de Alagoas”, completou Ângela Garrote.

RF em Palmeira

A visita do governador Renan Filho nesta sexta-feira, 20, antecipou uma situação – via bastidores – que não condiz com o que querem “plantar” na política palmeirense.

Lado a lado ou não, quem conhece Ângela Garrote sabe que o discurso dela não vai mudar, mesmo estando acompanhada de RF. Na comitiva do governador, em Palmeira, a deputada também vai fazer parte, assim como, o prefeito “Imperador” que deverá receber Renan Filho e ouvir um pouco da oratória de Garrote.

Será?

Por fim, o Blog Kléverson Levy já escreveu que AG ou Amiga da Gente, costumeiramente usado como seu (dela) slogan, não faz o famigerado ‘enxame’ sobre o futuro político.

Entretanto, não é carta fora do baralho ou do jogo de xadrez que se desenha em Palmeira dos Índios. Ângela Garrote, de fato, é carta que o baralho político quer no pleito do próximo ano, todavia, se pesquisas internas continuarem apontando seu (dela) potencial eleitoral na terra de xucurus-kariris.  

Deixe um comentário