Webbanner_BEM_728x90px
Webbanner_BEM_728x90px

Na ‘cara de pau’, governador saúda os servidores públicos no interior de AL

Foto: Márcio Ferreira/Agência Alagoas

Ontem, 12, avesso aos fatos que atingem seu vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa (MDB), o governador Renan Filho (MDB) esteve no litoral sul de Alagoas, assinando a ordem de serviço para a construção do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) em Coruripe e, em Piaçabuçu, inaugurou vias urbanas implantadas pelo Programa Pró-Estrada.

Porém, foi frente aos servidores do município de Coruripe que o governador quis se sair ‘bem na foto’, após dois dias da aprovação do Projeto de Lei (PL) da Reforma da Previdência de Alagoas, o chamado  Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos do Estado de Alagoas (RPPS/AL), que teve o aumento absurdo do desconto previdenciário de 11% para 14%, que incide até no salário dos aposentados e pensionistas.

Em seu discurso, RF esqueceu do “Pacote de Maldades” contra os servidores públicos do Estado, e que teve o aval da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), impondo o PL da Reforma da Previdência “goela abaixo” para fazer o corte nos salários do funcionalismo público.

O governador tentou, por outro lado, se pegar no pagamento do 13º salário que entrou nas contas dos servidores nesta sexta-feira, 13, para se sair de ‘salvador da pátria alagoana’ quando, apenas, está cumprindo com a obrigação de ser gestor.

Enquanto se vangloria de suas obrigações como chefe de Estado, mesmo que pagando o 13º salário em dia, situação que vem acontecendo desde que Ronaldo Lessa também era governador, RF esquece que ‘dá com uma mão e tira com duas’, prejudicando milhares de servidores alagoanos.

Confira a fala de RF no vídeo abaixo!

Ou seja, Renan Filho não está nem aí – “to you” (no popular) – com o que ocorreu com os servidores públicos e faz de conta que nada acontece em seu governo. Enquanto isso, a partir de 2020, os descontos serão de 14% para todo o funcionalismo do Estado, bem como, os aposentados e pensionistas, além dos que estão na ativa.

Como disse a presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), Consuelo Correia, ao Blog Kléverson Levy.

“Assim que a lei entrar em vigor, daqui a quatro (4) meses, os servidores aposentados que recebem até 5 mil reais terão 14% de desconto em seus vencimentos, vai aumentar a contribuição dos servidores da ativa e reduzir, drasticamente, o salário dos aposentados e aposentadas. A luta agora contra esse governador fanfarrão e mentiroso é na Justiça, com a judicialização desse projeto, que foi, inclusive, avaliado como inconstitucional pela Associação dos Procuradores do Estado e que não passou nem mesmo pelo crivo da Procuradoria Geral do Estado [PGE]. É na Justiça que lutaremos agora, mas mobilizados e sempre na luta”, explicou Consuelo Correia.

#VidaQueSegue

Email: kleversonlevy@gmail.com

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy

Deixe um comentário