Slider

Milane recua, desiste de nomeação e fala sobre ‘trajetória’

Por Kléverson Levy

Em vídeo postado em suas redes sociais, a cantora Milane Hora fez um desabafo sobre sua desistência da nomeação para o cargo em comissão de Assessor Especial, da Assessoria Especial de Políticas Sociais, na Prefeitura de Maceió.

Após a polêmica que ganhou repercussão, Hora recuou e explicou sua trajetória – publicada aqui no Blog Kléverson Levy – de trabalhar como ‘advogada em defesa das vítimas de violência doméstica e que ganhou o título de Embaixadora da Associação AME’ devido ao seu trabalho.

O fato veio à tona quando a nomeação e indicação foi publicada na edição suplementar do Diário Oficial do Município (DOM) da terça-feira (19).

A namorada do senador Rodrigo Cunha (PSDB), principal responsável pela indicação da cantora, teria uma pomposa remuneração de R$ 11 mil por mês – o que chamou atenção da imprensa.

“Até entendo as questões de algumas pessoas. Mas não aceito que me desmereçam e, inclusive, eu exijo respeito como cidadã, mulher e advogada”, disse Milane Hora em trecho do vídeo.

Emocionada ao encerrar o vídeo, a também ex-Timbalada ressaltou que abre mão da oportunidade e da contribuição que poderia dar ao município de Maceió.

Além disso, a artista agradeceu o convite feito pelo prefeito João Henrique Caldas, o JHC (PSB), e encerrou dizendo que “a vontade de fazer mais pela cidade que vive permanece acesa e que continuará em busca de uma sociedade mais digna para todos”.

Leia + Aqui! Milane Hora diz que trabalho é ‘pelas vítimas de violência doméstica’

Confere no vídeo abaixo!

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário