“Liristas” querem embate contra MDB na disputa pela AMA

Foto: Redes Sociais

O encontro entre os prefeitos eleitos do Partido Progressista (PP), nesta segunda-feira, 14, foi uma mostra de disputa para o MDB alagoano.


Confrontar o senador Renan Calheiros (MDB) nessas ‘brigas’ políticas sempre foi um feitio do deputado federal Arthur Lira (PP) e do ex-senador e prefeito eleito da Barra de São Miguel, Benedito de Lira, o Biu (PP).

Afinal, Calheiros havia dito que queria um nome (dele) – como publicado aqui no Blog Kléverson Levy – na disputa pela presidência da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Para rebater o senador emedebista, os “Liristas” disseram na reunião dos prefeitos do PP – ontem (14) – que também não abrem mão de concorrer ao cargo de presidente da Entidade, já que a sigla dos “De Lira” se tornou o segundo partido que mais elegeu prefeitos e cresceu com o resultado de 2020.

Já o primeiro e líder de prefeitos eleitos, claro, ficou com o MDB de Renans (pai e filho).

Contudo, o encontro do PP alagoano contou ainda gestores eleitos por outras siglas. O apoio ao nome de um “Lirista/Pepista” na disputa pela AMA pode acabar com o sonho do MDB de ficar com a cadeira de presidente.

Hugo Wanderley (MDB), prefeito eleito de Cacimbinhas, é o aliado Calheirista e de confiança para retornar ao cargo que já ocupou anteriormente.

Todavia, o PP, segundo uma fonte do Blog Kléverson Levy, teria uma “lista tríplice” com nomes, por exemplo, de Rosiana Beltrão (Feliz Deserto) e Marcelo Beltrão (Coruripe) – que já passaram pelo comando da AMA.

Porém, os De Lira (Biu e Arthur) agora decidiram ir com o prefeito eleito Marlan Ferreira (Limoeiro de Anadia), o velho e antigo aliado “Lirista e Pereirista” (família Pereira).

Ou seja, o PP de Arthur Lira quer o embate contra o MDB por acreditar que tem maioria para eleger o próximo presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Será?

Afinal, 2022 já acontece nos bastidores da política alagoana e a AMA tem um papel fundamental para o pleito vindouro.

Redes sociais: @kleversonlevy @blogkleversonlevy

Deixe um comentário