webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Jornalistas de Arapiraca dão exemplo de amor à profissão durante a greve

No sétimo dia de greve, jornalistas alagoanos de Arapiraca deram exemplo de amor à profissão durante uma ação contra redução salarial na Praça Luiz Pereira Lima, no calçadão do comércio no município.

A segunda-feira, 01 de julho, foi marcada pela distribuição de rosas vermelhas para alertar à população da situação que se encontra – completando hoje oito dias – os profissionais da comunicação no estado de Alagoas.

A luta da classe, como todos sabem, é contra os empresários que querem reduzir o piso de R$ 3.565,27 (considerado teto, já que muitos locais de trabalho não pagam o verdadeiro piso) para os míseros R$ 2.100,00 (40%).

Na maior cidade do agreste, o apoio dos jornalistas da região tem sido importante para o fortalecimento da greve que se arrasta desde a terça-feira, 25. De Arapiraca, os companheiros Tony Medeiros, Priscila Anacleto, Jannison Umbelino, Cinara Correia, Rubem Lopes, Davi Salsa e Giovanni Luiz reforçam o time contra #ReduçãoSalarialNão.

Também não seria possível uma manifestação pacífica e contra apenas o corte de salários que querem as empresas TV Gazeta-Globo (senador Fernando Collor), Sistema Opinião de Comunicação (SBT e Grupo Hapvida) e TV Pajuçara-Record (ex-senador João Tenório e Emerson Tenório) sem o apoio dos parceiros da categoria.

“Hoje a missão em Arapiraca foi durante o projeto Cultura na Praça. Durante o show, o Derrubado Alves Correia, em solidariedade aos jornalistas, abriu o microfone para que pudéssemos nos comunicar com a platéia. Além de panfletos distribuímos cerca de 400 rosas doadas pelo @brunofloresarapiraca. E ainda tivemos apoio na estrutura da Lanchonete Tapioca Recheada. A praça ficou ainda mais florida. A cor vermelha das rosas é o simbolo do nosso amor pelo Jornalismo. #orgulhodeserjornalista“, escreveu o jornalista Tony Medeiros.

Blog Kléverson LevyBlog Kléverson Levy
Priscila Anacleto, em Arapiraca, recebe o apoio da população do agreste / Foto: Divulgação

O prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo (PSDB), também foi solidário à paralisação da categoria dos jornalistas. Teófilo esteve marcando presença na mobilização, reiterou ser justa a reivindicação da classe e explicou que os direitos de todos – na briga pelo piso salarial – devem ser respeitados.

Ao completarem sete (7) dias do início da greve contra a redução do piso salarial da categoria em 40%, jornalista tiveram uma vitória na segunda-feira, 01 de julho. O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Alagoas emitiu parecer que defende a legalidade da greve dos jornalistas profissionais do estado.

Vale lembrar: Antes da greve, entretanto, o Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindjornal) havia apresentado nove propostas para os empresários. Porém, nenhuma delas foram aceitas pelo ‘donos da comunicação’ em Alagoas.

Luta e resistência!

#VidaQueSegue

#VamosàLuta

Email: kleversonlevy@gmail.com

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy

Deixe um comentário