webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

‘Impressão de amadorismo’, diz cantor Fagner sobre Governo Bolsonaro

Em entrevista na noite desta sexta-feira, 07, no Programa Conversa com Bial, da Rede Globo, o cantor Raimundo Fagner não tergiversou ao fazer uma análise crítica sobre o comando de Jair Bolsonaro (PSL) na presidência da República.

Amigo dos dois ex-governadores cearenses, Tasso Jereissati e Ciro Gomes, o cantor apoiou publicamente Jair Bolsonaro nas eleições de 2018, mas, no primeiro turno, votou no seu conterrâneo e candidato a presidente, Ciro Gomes (PDT).

Fagner, ao ser indagado pelo jornalista global, não titubeou na resposta. Eleitor do atual presidente, no qual votou segundo turno das eleições de 2018, o cantor disse que o presidente dá ‘impressão de amadorismo e que continua em campanha’.

“Tem horas que parece que ele continua na campanha, que ele não combina com a turma dele. Tá sempre tendo um disse-me-disse. Frustra um pouco. Passa uma impressão de amadorismo. Ele não disse que é presidente de todos os brasileiros? Então não é o momento de ficar provocando, ele já fez isso na campanha”, respondeu Raimundo Fagner.

Veja o trecho da entrevista Clicando Aqui!

Portanto, o governo de Bolsonaro ainda não tem um rumo certo – em pouco mais de seis meses de mandatos – e também não disse para que foi eleito. É pouco tempo, claro! Mas se não há o norte – político e administrativo – um governo não vai seguir em frente em ‘linha reta’.

Por ora, é aguardar – no máximo – um ano de mandato do presidente Bolsonaro para fazermos uma avaliação mais crítica e política do atual governo. Ou já podemos avaliar baseado em que votou no candidato do PSL e hoje se arrependeu?

Será?

#VidaQueSegue

Email: kleversonlevy@gmail.com

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy

Com informações do Gshow

Deixe um comentário