webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Governadores e políticos saem em defesa de vereadora que votou contra o título de cidadão para Bolsonaro

Por Kléverson Levy

Dois governadores saíram em defesa da vereadora Teca Nelma (PSDB) no episódio da Câmara de Maceió em que a edil decidiu votar contra o Título de Cidadão Honorário concedido ao presidente Jair Bolsonaro (Sem partido).

Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, em sua conta oficial no Twitter, se solidarizou com a jovem vereadora e destacou que “a democracia brasileira se fortalece quando não permite ser censurada”.

“Minha solidariedade à vereadora @TecaNelma, jovem e corajosa liderança tucana de Maceió! Fique firme, Teca! A democracia brasileira se fortalece quando você não permite ser censurada”, escreveu Eduardo Leite.

Em Alagoas, o governador Renan Filho (MDB) também enveredou pela defesa da filha da deputada federal Tereza Nelma (PSDB). RF ressaltou a forma grave de preconceito sofrida pela vereadora.

“Desrespeitar, infantilizar ou descredenciar mulheres é forma grave de preconceito. Vivemos dias sombrios, não vamos permitir isso. Minha solidariedade, vereadora @TecaNelma“, escreveu Renan Filho.

O deputado federal Paulão (PT) também foi um dos parlamentares alagoanos que se manifestou na defesa da tucana. O petista disse que o delegado Fábio Costa (PSB), acusado de censurar a colega de legislativo, teve “atitude de Delegado no período da ditadura militar num ambiente parlamentar”.

“Gostaria de expressar minha solidariedade à Vereadora Teca Nelma pelas ameaças proferidas pelo Vereador PSB/Bolsonarista, que tem atitude de Delegado no período da ditadura militar num ambiente parlamentar. Teca, parabéns pela coragem. Minha solidariedade”, completou Paulão.

Basile Christopoulos (Psol), que foi candidato ao Governo de Alagoas em 2018, ressaltou que o “bolsonarismo é uma doença política que o Brasil terá que vencer na rua e na urna”.

“Minha solidariedade à Vereadora @TecaNelma Infelizmente o bolsonarismo é uma doença política que o Brasil terá que vencer na rua e na urna”, ponderou Basile.

Em Tempo!

Vale lembrar que a concessão de título de cidadão honorário para o presidente da República é uma indicação do vereador Leonardo Dias (PSD).

Apenas dois vereadores (Samyr Malta e Chico Filho) se abstiveram da votação. Já Aldo loureiro, Brivaldo Marques, Teca Nelma, Dr. Valmir, Cleber Costa e Cau Moreira foram contra a homenagem para Bolsonaro.

É isto!

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário