Slider

Desgaste político de RF é observado em AL, mas o momento é salvar vidas

Por Kléverson Levy

Diante das medidas que estão sendo tomadas no combate à Covid-19 em Alagoas, o governador Renan Filho (MDB) enfrenta essa Pandemia de 2021 digamos que no estágio ‘menos ruim’ que há um ano.

Em 2020, RF obteve uma grande e considerada rejeição da população, setores econômicos e até da classe política que discordavam de algumas ações tomadas pelo Estado no trabalho contra o Coronavírus.

Segundo fontes do Palácio República dos Palmares, o governador tem um desgaste político nítido, devido essa crise de saúde público mundial e que não seria diferente local, mas, neste ano de 2021, pode se considerar bem menor que ano passado quando do início pandêmico.

Isso se deve ao fato de que as pessoas hoje – em sua maioria – tomaram consciência de que a situação é grave no mundo. Em Alagoas, com altas das mortes e o crescimento diário dos casos de Covid-19, o Estado passou ser o ‘vilão’ de uma novela cotidiana que parecer não ter fim.

O governador tem agido de acordo com o que vem acontecendo – diariamente – nos 102 municípios para, subsequente, tomar medidas mais drásticas ou que se delimite até no resultado menos insatisfatório para população.

O apoio da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), através do presidente e prefeito de Cacimbinhas, Hugo Wanderley (MDB), também tem contribuído para o enfrentamento da doença em consonância com o prefeitos alagoanos.

Portanto, o desgaste político do filho do senador Renan Calheiros (MDB) tem sido menor em comparação com 2020. Todavia, não é o momento de se pensar em política ou fazer política.

É hora, apenas, de salvar vidas!

A política, neste exato momento, é o que menos importa e não tem que ser levado em conta diante de tantas vidas sendo ceifadas pelo vírus da Covid-19.

Afinal, Renan Filho terá tempo necessário para se recompor e reconquistar sua imagem de bom administrador no Estado. Toadviaaaa, R$ 5 bilhões fazem muita diferença em caixa, né?

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário