webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Delegado comprou ‘briga’ com deputado sobre PL dos Carroceiros: “Fazer mídia, holofotes.”

Por Kléverson Levy

Já escrevi que a proposta do delegado Leonan Pinheiro, responsável pela Delegacia de Roubos e Crimes Ambientais, para aprovação de um Projeto de Lei (PL) que trata da proibição de tração animal (equinos) circulando pelas vias urbanas, é polêmica.

Desde o protesto realizado pelos carroceiros, em frente à Praça dos Martírios, contra o abaixo-assinado para impedir a circulação de carroças na capital de Alagoas, parlamentares se manifestaram contrário.

Na sessão desta quinta-feira, 01, na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), o deputado estadual Francisco Tenório (PMN) se manifestou contra – mais uma vez – ao denunciar que carroceiros estão sendo alvos de perseguição por parte de Leonam Pinheiro.

Em seu pronunciamento, Tenório chamou ainda a atenção do Governo do Estado, já que o delegado é um servidor público e tem usado o poder de agente da Polícia Civil para ‘pressionar’ donos de carroças em Maceió.

“Querer proibir uma atividade milenar? Parece até que o delegado Leonam não conhece a história. Não tem sensibilidade humana. Fica querendo usar essa questão dos carroceiros para fazer mídia, ter holofotes. Fazendo apreensões abusivas, oprimindo os carroceiros, oprimindo às pessoas que estão trabalhando. Até chamo atenção para o Governo do Estado, no sentindo de rever atuação do delegado Leonam, já que ele age em nome do Estado, é um delegado de Polícia e veja a forma que ele está coagindo os carroceiros”, criticou o parlamentar.

Chico Tenório também levantou para os colegas da Casa de Tavares Bastos que o Projeto de Lei seja debatido com mais amplitude, observância e ouvir a opinião até dos próprios carroceiros.

“O delegado zela pelo bom trato ao animal e proíbe que maltrate, mas, da forma que ele está agindo vai provocar o maltrato. Primeiro, ao ser humano que via ficar desempregado. Depois, o próprio animal. Um dos vídeos é ele e uma policial abordando um carroceiro e exigindo determinando comportamento que o carroceiro nunca recebeu orientação para isso. Chamo atenção que, em Maceió, tem mais de cinco mil carroceiros que vivem do uso de seu animal. Veja os demais municípios do estado? Todos vivem da carroça!”, questiona o deputado estadual.

Portanto, apesar de ter enviado o PL à Câmara de Vereadores de Maceió, na ALE a proposta de Leonam Pinheiro já não é vista com “bons olhos”. Com os questionamentos levantados pelo deputado Chico Tenório, por enquanto, é provável que não passe (neste momento) pela ‘chancela’ dos deputado estaduais.

Portanto, os proprietários de carroças recebem a sinalização de apoio de alguns parlamentares que são contra ao já considerado polêmico “PL dos Carroceiros”.

Concluindo: a profissão de carroceiro, principalmente, no nordeste e, claro, em Alagoas, é de séculos e séculos. Querer mudar ou impor regras, neste momento, todavia, seria ‘mexer com milhares de pais de famílias’ que se utilizam da carroça e do animal como meio de sobrevivência.

É isto!

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário