webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

De Cacau a ‘Terra do Cominho’: Marechal Deodoro recebe títulos desfavoráveis a sua história

Fotos: Jornal O Dia

Graças ao prefeito Cláudio Roberto Ayres da Costa, o Cacau (PSD), Marechal Deodoro ficou conhecida como a ‘Terra do Cominho’. 

Quem acompanhou o Blog Kléverson Levy, na semana passada, leu que os vereadores Del Cavalcante (MDB), Marcelo Moringa (PSDC) e Nilda Leopoldino (PMN) denunciaram supostas irregularidades no processo de compra da merenda escolar da rede municipal de ensino.

Entre vários itens considerados absurdos, destacamos a compra de cerca de 20 mil pacotes de cominho (tipo de tempero), usado na alimentação, no valor de R$ 131 mil.


Porém, como preconiza o bom jornalismo e ao solicitar uma nota que foi enviada ao Bloga Prefeitura de Marechal Deodoro informou, através da assessoria de Comunicação, que não houve a aquisição do produto, por meio do contrato citado pelos vereadores, e corrigiu – inclusive – os valores.

“A aquisição do produto se deu mediante a ata de registro de preços Nº 12.3/2019 do Pregão Presencial nº 12/2019. Foram adquiridas cerca de 1100 unidades de 100g no valor unitário de 0,71 centavos, o que resulta em média 0,015 gramas por aluno ao mês, tendo em vista que Marechal Deodoro dispõe de mais de 10,3 mil alunos em sua rede pública de ensino”, diz o texto oficial.

Por outro lado, consultando o site da Prefeitura de Marechal Deodoro, o Blog Kléverson Levy também constatou que o Executivo vem noticiando matérias sobre a merenda escolar de qualidade, após os edis denunciarem tais irregularidades no processo de compra.

Entretanto, o prefeito Cacau – diante das denuncias da Câmara de Vereadores – concedeu ao município mais um título que ficou marcado para os deodorenses.