webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Davi Davino saiu em defesa do que deveria ter sido defendido em 2019

Por Kléverson Levy

Após o Governo de Alagoas enviar o Projeto de Lei Complementar nº 85/2021, à Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), para corrigir o famigerado 14% dos servidores públicos aposentados e pensionistas, o deputado estadual Davi Davino (PP) levantou uma bandeira de luta em plenário.

Davino apresentou uma emenda aditiva ao PL solicitando a devolução dos recursos que foram descontados, ao longo do tempo, no tempo aproximado entre 13/14 meses se contarmos com 13º em dezembro.

“Serão devolvidos aos aposentados e pensionistas os valores descontados das contribuições previdenciárias que tiveram por base do cálculo valor igual ou menor ao limite máximo estabelecido para os benefícios do Regime Geral da Previdência de que trata o Art.201 da Constituição Federal”, solicita o parlamentar.

Como já escrevi no Blog Kléverson Levy, o famigerado “Pacote de Maldades” de Renan Filho também se tornou alvo de correção – em 2021 – para o jovem deputado estadual Davi Davino Filho.

Agora, eis a pergunta: Por que não defendeu antes?  Por que não votou contra, à época, quando o PL passou pela aprovação na ALE?

No entanto, não esqueça que a maioria dos parlamentares – com exceção do presidente (não poderia votar em valia ao regimento interno) e um faltoso – votou favorável aos 14% de descontos (a contribuição) do AL Previdência em concordância com o Governo de Alagoas.

Confira no vídeo o discurso de Davi Davino Filho.

Fotos: Igor Pereira / ALE

Afinal, os senhores deputados estaduais poderiam ter sido favoráveis aos aposentados, pensionistas e servidores alagoanos no dia da votação, em dezembro de 2019, evitando grandes transtornos na vida de muitas famílias alagoanas.

Lembrem que, dia 10 de dezembro de 2019, jamais será apagado!

Em Tempo: o Projeto de Lei Complementar nº 85/2021, enviado à Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), segundo o site da ALE, continua em tramitação na 02ª Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário