webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Dados da gestão: ex-prefeito coloca em ‘xeque’ acusações feitas pelo atual prefeito de Coruripe

Por Kléverson Levy

Ontem, 31, o ex-prefeito de Coruripe, Joaquim Beltrão (MDB), entregou ao presidente da Câmara de Vereadores do município, Dalmo Porto (PSD), o balanço geral com dados e informações sobre sua gestão que encerrou em 31 de dezembro de 2020.

Segundo o que apurou o Blog Kléverson Levy, o documento bastante vasto e contendo detalhes sobre os gastos da administração anterior, inclusive, valores deixados pelo ex-prefeito nas pastas do Poder Executivo, colocam em ‘xeque’ o que havia sido dito pelo atual prefeito, Marcelo Beltrão (PP).

Marcelo – em março deste ano – denunciou que seu tio e ex-prefeito tinha deixado dívidas – ou “rombo” – milionárias que haviam sido detectadas pela sua equipe.

Entre os valores mencionados, o atual gestor de Coruripe citou a Equatorial com mais de R$ 2,5 milhões, somados aos três últimos anos; além do desconto de meio milhão em parcelamentos do INSS, FGTS e um software comprado pelo Executivo.

Leia + AQui: MPE abre inquérito civil para apurar prefeito que não enviou documentos e nem comprovou “dívidas milionárias”

Há exato um mês, em contato com a assessoria do MPE-AL, o Blog Kléverson Levy foi informado que o promotor de Justiça, Maurício Mannarino, da 2ª Promotoria de Justiça de Coruripe, ainda estava analisando a documentação recebida pela Prefeitura de Coruripe.

Confira no vídeo abaixo a entrega de dados e informações do ex-prefeito à Câmara!

À espera do MPE-AL

Porém, há cerca de dois (2) meses, o Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE) também abriu inquérito civil para apurar o prefeito Marcelo Beltrão (PP) pelo não envio de documentos e nem comprovação de “dívidas milionárias” apontadas pelo gestor.

Até a publicação desta matéria, hoje, 01 de Junho de 2021, nenhuma resposta havia sido dada à população. Saiba mais Aqui! MPE ainda analisa informações sobre “dívidas milionárias” em Coruripe

Com isso, lá se vão mais de 150 dias de uma gestão que tem sido marcada pela “maquiagem” e sem divulgar os gastos, despesas, contrato de pessoal e informações que deveriam constar no Portal da Transparência.

A gestão continua enganado o povo, o MPE e até a Justiça ao não apresentar o que deveria constar na Lei de Acesso à Informação.

Tudo permanece às escondidas, sem divulgação e o Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE-AL) também não se posicionou – até então – sobre essas denúncias em Coruripe.

A população, no entanto, agora e mais do que nunca, cobra e quer saber o que fez o prefeito com os repasses mensais em áreas essenciais, a exemplo de Saúde e Educação, além dos gastos, contratos e o uso da máquina do Poder Executivo nos últimos cinco meses.

Lembrando: o prefeito Marcelo Beltrão decretou Situação de Emergência Administrativa no município, desde o dia 05 de janeiro, com vigência de 90 dias.

Leia + AQui! Coruripe: gestão marcada pelo desemprego e ‘maquiagem’ administrativa

É isto!

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário