webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Cabo Bebeto diz que votou contra PL do uso de máscara prevendo ‘confrontos entre policiais e cidadãos’

Por Kléverson Levy

O Blog Kléverson Levy já publicou que Cabo Bebeto (PTC), Antônio Albuquerque (PTB) e Bruno Toledo (PROS) foram os únicos parlamentares que votaram contra o Projeto de Lei Ordinária Nº 386/2020, do uso obrigatório de máscara em Alagoas.

Questionamos – em outra matéria – o deputado Bruno Toledo sobre o que teria levado a decidir contra matéria que tramitava na Casa de Tavares Bastos desde agosto de 2020. Basta ler + AQui: “Pecou pela subjetividade”, explica deputado que votou contra PL do uso de máscara

Da indagação feita ao Cabo Bebeto (PTC), a resposta chegou através da assessoria do parlamentar. O Blog Kléverson Levy também pediu um posicionamento do deputado – considerado “Bolsonarista” – sobre o voto contra o PL do uso obrigatório de máscara.

Na sessão plenária da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), na última quarta-feira, 24, Cabo Bebeto levantou a possibilidade do projeto ‘provocar confrontos entre cidadãos e agentes de segurança’.

O deputado havia criticado – no plenário da Casa de Tavares Bastos – o uso de máscaras em locais abertos, porém, saiu em defesa do uso em ambientes fechados e sem circulação natural de ar.

Cabo Bebeto (PTC) justificou o voto contra no PL / Fotos: Igor Pereira-ALE

“Cabo Bebeto defende o uso de máscaras em ambientes fechados e sem circulação natural de ar, no entanto a preocupação com esse PL é que de forma, talvez até discreta, venha a trazer confrontos, já vistos em outros estados, entre agentes de segurança pública e cidadãos de bem que querem apenas se sentar numa praça ou fazer uma caminhada solitária”, respondeu.

A assessoria reforçou ainda que o parlamentar disse que as medidas são importantes para preservar a vida, mas que ele está preocupado com ‘exageros e abusos que podem ocorrer durante a fiscalização’.

“Medidas mais rigorosas começam de forma discreta e sempre pautadas de boas intenções, mas a força policial tem que enfrentar os bandidos e não fiscalizar os horários do comércio ou se os cidadãos estão usando máscara. Acredito sim que as medidas são para preservar a vida, no entanto, o que me preocupa são os exageros e os abusos”, concluiu Cabo Bebeto.

Por fim, o Projeto de Lei Ordinária Nº 386/2020, do uso obrigatório de máscara em Alagoas, passa a valer em todo território alagoano, após ser publicado pelo governador Renan Filho (MDB) no Diário Oficial do Estado (DOE).

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário