webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px
webbanner_BEM+AULAS COM CUIDADO_728x90px

Beltrão volta a cobrar redução do preço da gasolina com nova política de preços da Petrobras

Por Assessoria

O deputado federal Marx Beltrão (PSD) voltou a cobrar do governo federal o estabelecimento de uma política de preços por parte da Petrobras capaz de reduzir o valor dos combustíveis.

Em Alagoas, o litro de gasolina já é vendido a valores superiores a R$ 6 e os aumentos devem continuar. Beltrão usou mais uma vez a tribuna da Câmara dos Deputados para pedir solução para o problema.

O parlamentar vem marcando sua atuação pela defesa da redução dos preços da gasolina, do etanol, do diesel e do GNV. Somente a gasolina já aumentou quase 30% em 2021, com 9 reajustes.

“A Petrobras é do povo brasileiro. Mas a atual política de preços só tem privilegiado o mercado. Defendo desde sempre a redução de toda a carga tributária dos combustíveis, os impostos federais e estaduais. Só que é preciso um esforço conjunto de todos os entes pela derrubada do preço. Não é uma batalha que se vence sozinho. Não dá para o trabalhador continuar pagando essa conta, com um salário cada vez mais curto diante da alta dos preços de tudo. O presidente da Petrobras foi ao Congresso, empurrou a culpa para os outros e não convenceu ninguém. Sequer propôs uma solução. O brasileiro e o alagoano não agüentam mais esta escalada dos preços dos combustíveis”, afirmou Marx Beltrão.

Uma das explicações para o aumento dos combustíveis, especialmente da gasolina, seria o fato de petróleo ter tido uma enorme alta nos últimos meses, chegando a superar o valor de 60 dólares, sem um aumento significativo de produção que justifique uma queda no preço. Outro fator é o câmbio no Brasil que está impulsionando a inflação no país.

Apesar da situação das contas externas dar sinais de que a moeda brasileira poderia valorizar em 1 real, portanto o dólar cairia, não é o que tem acontecido. O dólar está se sustentando em R$ 5,30 em função da crise política e institucional. A insegurança gerada pelo ambiente político está impactando diretamente os indicadores financeiros e, consequentemente, a vida das pessoas.

Preço médio em AL

O preço médio da gasolina subiu pela 7ª semana nos postos do país, de acordo com levantamento realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O preço médio da gasolina nesta semana aumentou para R$ 6,076 por litro, contra R$ 6,059 por litro na semana anterior, o que representa uma alta de 0,28%.

Em 2021, o combustível se transformou num dos vilões da inflação, responsável por afetar duramente o orçamento das famílias brasileiras – já prejudicadas pela alta dos alimentos e da energia elétrica. Segundo o IBGE, a gasolina acumula no ano uma alta de 31,09%.

Os preços de venda dos combustíveis seguem o valor do petróleo no mercado internacional e a variação cambial.

Deixe um comentário