3º colocado: Alfredo Gaspar não foi o derrotado das urnas

Fotos: Facebook

Já escrevi, anteriormente, que a derrota de Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB) nas urnas é um passo novo que o governador Renan filho (MDB) terá que dar para reorganizar o Palácio República dos Palmares visando o próximo ano pré-eleitoral.

O candidato de Rui Palmeira (sem partido) e de RF também não foi considerado o segundo colocado da eleição de 29 de novembro de 2020.

Foi o que mostrou os 164.739 eleitores (27,81%) que se abstiveram de votar. Ou seja, Alfredo Gaspar foi o terceiro colocado quando obteve 156.704 votos (41,36% válidos) contra os 164.739 da abstenção.


Além disso, 36.092 votos foram nulos (8,44%) e 12.706 votaram brancos (2,97%). Somados abstenção, nulos e brancos: 213,537 maceioenses não quiseram nem Alfredo Gaspar e nem JHC (PSB).

Diante dessa análise do resultado das urnas, caro leitor, não há dúvidas que o candidato do MDB não foi o único derrotado em 2020, apesar de ficar em terceiro lugar.

Nos bastidores, sabe-se que Rui e Renan – unidos – fizeram com que boa parte dos maceioenses dissessem não ao candidato que representava os chefes dos Poderes Executivos de Maceió e Alagoas.

Alguns pontos negativos como a administração de Palmeira, neste final de oito anos de mandato, unindo ao fato de Renan Filho também estar em plena crise com os servidores do Estado – devido aos descontos dos 14% nos salários do funcionalismo (incluindo aposentados e pensionistas) – fizeram com que o emedebista obtivesse a rejeição nas urnas.


Alfredo Gaspar, entretanto, pode se dizer que saiu “grande” de 2020 e teria possíveis resultados positivos se houvesse “independência política” – sem unir sua imagem ao prefeito e governador.

JHC, entretanto, foi o sortudo da eleição em Maceió e saiu vitorioso por consequências que acontecem numa disputa eleitoral.

Por fim, faz jus agora juntar os “cacos”, refazer a imagem e pensar no futuro político para 2022.
Afinal, 2020 se tornou página virada! Será? 

Redes sociais: @kleversonlevy @blogkleversonlevy

Deixe um comentário