Slider

2022: RF atrai prefeitos de siglas ‘nanicas’ para o MDB

Por Kléverson Levy

Quem pensa que o governador Renan Filho (MDB) está trabalhando, apenas, na parte administrava do Estado, se engana.

Nos corredores, do Palácio República dos Palmares, articulações visam o ano eleitoral de 2022 – desde que acabou o pleito de 2020.

Dizem, segundo fontes do Blog Kléverson Levy, que o ‘vai e vem’ de prefeitos em visita ao governador é constante durante a semana toda.

Alguns gestores, claro, com a famosa “cuia na mão”. Outros, porém, são chamados para uma conversa “pé de ureia” com o chefe do Executivo de Alagoas.

Isso se deve, todavia, ao montante – cerca de R$ 5 bilhões – que Renan Filho tem nas mãos para ser investido pelos próximos dois anos no estado.

Com isso, o filho do senador Renan Calheiros (MDB) tem “convidado” alguns prefeitos eleitos pelos partidos considerados ‘nanicos’, a exemplo do PSB, PSD e PTB, para entrarem no seu (que é dele e do pai) MDB.

Lançamento do Criança Alagoana (Cartão CRIA, espécie de ‘bolsa família’ local) / Fotos: Agência Alagoas

Justificativa: além dos investimentos que o Governo de Alagoas pode levar e beneficiar os prefeitos nos municípios, RF já deu o passo – bem na frente – para ser candidato ao Senado Federal em 2022.

É pegar ou largar!

Na conversa palaciana, o verdadeiro ‘toma lá dá cá’ vale tudo em troca de apoios políticos.

Afinal, RF investirá na cidade, o prefeito ‘sai bem na fita’, mas, como retorno político, o gestor tem que apoiar RF e, se possível, ir para o partido Calheirista em Alagoas.

Nos municípios….

RF investirá na cidade, o prefeito ‘sai bem na fita’, mas, como retorno, o gestor tem que apoiar o governador/ Fotos: Agência Alagoas

Não é á toa que o governador tem percorrido municípios alagoanos para anunciar os investimentos e obras com recursos próprios do Governo de Alagoas.

Os gestores estão ‘agarrando’ – no começo da gestão – dois importantes programas do Estado: Criança Alagoana (Cartão CRIA, espécie de ‘bolsa família’ local) e o Minha Cidade Linda (várias obras nos municípios alagoanos contemplados).

São obras e assistência social que giram entre os R$ 5 bilhões para a deixar a imagem bonita de qualquer prefeito em início do mandato.

Portanto, é o preço que Renan Filho ‘pavimenta’ para chegar ao Senado Federal e vai atraindo prefeitos de siglas ‘nanicas’ para seu lado dentro do MDB.

Quem vai?

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário