2022: o preço que RF paga ‘pavimentando’ caminho ao Senado Federal

Por Kléverson Levy

Desde que anunciou, em dezembro de 2020, investimentos em torno de R$ 5 bilhões para os próximos dois (2) anos no estado, o governador Renan Filho (MDB) deu um passo – à frente – para ser candidato ao Senado Federal em 2022.

Já escrevi, inclusive, que não há mais dúvida que o filho de Renan Calheiros (MDB) será um nome forte para senador no ano eleitoral vindouro.

Para isso, basta acompanhar a agenda semanal do chefe do Executivo que tem percorrido – de imediato – municípios alagoanos importantes para anunciar investimentos e obras com recursos do próprio Governo de Alagoas.

Nos últimos quinze (15) dias, RF já implantou (ou lançou), por exemplo, programas de grande importância social para os alagoanos. Ele também garantiu que o Estado vai fazer investimentos em todas as áreas, sobretudo, não esquecendo de infraestrutura, e prometeu um ciclo de concursos públicos.

Destaco, todavia, dois lançamentos importantes que dão mais visibilidades ao governador por toda Alagoas: o Criança Alagoana (Cartão CRIA, espécie de ‘bolsa família’ local) e o Minha Cidade Linda (várias obras nos municípios alagoanos contemplados).

Renan Filho e Renan Calheiros no lançamento do futuro Aeroporto Costa dos Corais, em Maragogi / Fotos: Thiago Sampaio

Fora, no entanto, diversas ordens de serviços (OSs) que RF vai realizando – concluir, afinal, é outra história – como o início das obras do equipamento no futuro Aeroporto Costa dos Corais, em Maragogi, orçado em cerca de R$ 120 milhões e com recursos próprios do Tesouro Estadual alagoano.

Portanto, serão investimentos em torno de R$ 5 bilhões para os próximos dois (2) anos em Alagoas: o preço que Renan Filho ‘pavimenta’ para chegar ao Senado Federal.

Além disso, não tenha dúvidas, caro leitor, que o filho do senador Renan Calheiros ainda será tratado (aliás, já é chamado nos eventos oficiais) como o melhor governador do estado, dentre todos os que já sentaram na cadeira de chefe do Palácio República dos Palmares.

Afinal, há tempo hábil e muito dinheiro (R$ 5 bi) para limpar a imagem negativa que vai ficando para trás, lá por 2020, 2019, 2018…, e ganhar títulos de ‘o melhor e o futuro senador’.

Será?

Só digo uma coisa: Te cuida, Collor!

#VidaQueSegue

Email: redacao@blogkleversonlevy.com.br

Redes sociais: @blogkleversonlevy

Deixe um comentário