UPAs em AL estão com ocupação máxima de leitos por conta do Covid-19

Foto: Agência Alagoas

Desde o final de semana, várias Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), em Maceió e no interior de Alagoas, estão com superlotação dos leitos por conta do Covid-19.

Em matéria publicada na Agência Alagoas, site oficial do Governo do Estado, a direção médica que responde pelas UPAs do Trapiche e do Benedito Bentes informou que o atendimento geral (na área clínica e Covid-19) pode ser temporariamente suspenso caso a ocupação máxima de leitos seja atingida.

De acordo com o comunicado, “a medida foi tomada por questão de segurança dos pacientes e para manutenção da qualidade do atendimento”. O informe ressalta ainda que “o atendimento é retomado de imediato, assim que há disponibilidade de vagas”.

A nota reforça também que “as unidades de pronto atendimento existem para atender casos de urgência e emergência. Casos que não se enquadrem nesse perfil, devem ser direcionados para as unidades básicas de saúde (UBS)”.

Após o início da pandemia, ambas as UPAs foram adaptadas e passaram a disponibilizar leitos intermediários (área vermelha) e leitos clínicos (área amarela) exclusivos para pacientes com Covid-19.

Ao todo, Maceió tem 04 UPAs (Tabuleiro, Jacintinho, Benedito Bentes e Trapiche), que foram preparadas para disponibilizar um total de 51 leitos – entre clínicos e intermediários – exclusivos para pacientes com Coronavírus.


No interior de AL

Já no interior, segundo a direção das UPAs, o registro foi de ocupação total de leitos nas UPAs de Viçosa e São Miguel dos Campos.

Os casos de colapso mais recentes ocorreram nos municípios de Coruripe e Marechal Deodoro, onde as UPAs das cidades suspenderam o atendimento durante o fim de semana, por terem atingido a superlotação.

De acordo com a Central de Regulação de Leitos da Sesau, a situação das UPAs foi normalizada, mas a taxa de ocupação continua no limite máximo.

Já as Unidades de Pronto Atendimento com leitos para Covid-19 estão em Coruripe (14 leitos), Delmiro Gouveia (8 leitos), Maragogi (4 leitos), Marechal Deodoro (3 leitos), Palmeira dos Índios (4 leitos), São Miguel dos Campos (2 leitos) e Viçosa (3 leitos).

#VidaQueSegue

Email: kleversonlevy@gmail.com 

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy


Comentários (0)


Deixe um comentário