Aumento de casos da Covid-19 no interior de AL preocupa Sesau

Foto: Agência Alagoas

Mais uma vez, o secretário de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau), Alexandre Ayres, disse que há uma grande preocupação com o aumento de casos de Coronavírus no interior do estado.

Durante coletiva de imprensa on-line realizada na quinta-feira (25), Ayres explicou que existe um 'distensionamento dos atendimentos em Maceió e na região metropolitana e o consequente crescimento dos casos no interior do estado".

Segundo o secretário, em Maceió, os atendimentos nas centrais ocorrem normalmente e com uma quantidade menor de pessoas. 

"Quando analisamos diariamente o boletim epidemiológico, observamos um distensionamento dos atendimentos em Maceió e na região metropolitana e o consequente crescimento dos casos no interior do estado. Essa situação é demonstrada pela diminuição do fluxo nas Centrais de Triagem, tanto do Benedito Bentes quanto do Ginásio do Sesi, no Trapiche, que são balizadores importantes para esta observação. Em Maceió, os atendimentos nas centrais ocorrem normalmente, mas com uma quantidade menor de pessoas”, explicou Ayres.

Na próxima semana, o Governo de Alagoas deve entregar o Hospital Regional do Norte, com 50 leitos clínicos e 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para atender os pacientes do município de Porto Calvo e região.

Quanto ao fato do aumento de casos no interior de Alagoas, será necessário que o governador Renan Filho (MDB) reveja o retorno das atividades com cautela.

Para isso, o detalhamento da matriz de risco que orientará o estado para a evolução das fases de distanciamento social controlado em Alagoas, todavia, é importante para a volta do que o Governo chama de "distanciamento social controlado".

Por fim, como já publicado no Blog Kléverson Levycabe à população os respeitos às regras de isolamento social e cumprir o que determina o Decreto Oficial do Governo de Alagoas. Do contrário, não teremos mais leitos e vagas nos hospitais para quem adoecer em Alagoas.

Redes sociais: @kleversonlevy e @blogkleversonlevy   


Comentários (0)


Deixe um comentário