"Se não cumprirem o isolamento social, não vamos ter leitos para atender a demanda”, diz secretário

Foto: Agência Alagoas

Chama atenção o que diz o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Alexandre Ayres, em matéria publicada no portal Agência Alagoas.

"Os números têm subido fortemente. Temos feito um grande esforço para aumentar o número de leitos em todo o estado, mas a população precisa colaborar e tomar consciência da gravidade e letalidade dessa doença que não escolhe idade, raça ou classe social. Se as pessoas não cumprirem o isolamento social, não vamos ter leitos para atender a demanda”, explicou.

O alerta de Ayres se deve aos números confirmados de pessoas com coronavírus, em Alagoas, que não param de subir a cada boletim epidemiológico divulgado diariamente.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) Alagoas, o estado já está com 77% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública ocupados, como consta no  último boletim de ocupação dos leitos divulgado ontem (12).

Em Maceió, a taxa de ocupação segue a mesma do estado, 77%. Dos 115 leitos de UTI disponíveis, 88 estão ocupados. Já no interior, esse percentual é ainda maior, dos 40 leitos disponíveis, 32 já estão ocupados, gerando uma taxa de 80% de ocupação.

"Números alarmantes continuam sendo reflexo do comportamento da população, que insiste em descumprir as medidas restritivas de isolamento social. De acordo com dados da InLoco Tecnologia divulgados no início da semana, o índice de isolamento social no estado é de apenas 43,9%. Ainda nessa terça, Alagoas registrou um total de 2580 casos confirmados de pessoas com coronavírus e 150 óbitos", revela a matéria da Sesau.

Portanto, é cada vez mais certo que a população precisa - de fato - colaborar para reduzir o número de casos da doença e entender que o Coronavírus não escolhe idade, raça ou classe social.

Em tempo: O isolamento social é tão importante quanto tais medidas adotadas pelo Governo do Estado para evitar aglomerações e aumento do Covid-19 em Alagoas.


Comentários (0)


Deixe um comentário